Primeira página: como mandar bem no rankeamento do Google.

Você já se perguntou como Google faz para que um site apareça na primeira página de pesquisas? Ou como o SEU SITE pode torna-se um dos primeiros nas buscar de modo orgânico?

Então vem com a gente que vamos explicar para você!

É responsivo ou, não é?

Por que é tão importante seu site ser responsivo?

De acordo com uma pesquisa do IBGE, mais de 64% dos brasileiros acessam a internet através de dispositivos móveis.

Um site responsivo é ideal para que o seu cliente consiga conectar-se com a sua empresa aonde estiver. Ele se adapta perfeitamente em qualquer tipo de celular, tablet ou outro aparelho, além do desktop do computador.

Então, se seu site ainda não for responsivo, “bora” mudar isso já!

Xô, preguiça! Vamos atualizar o site

Precisa atualizar sempre sim!

Um site com conteúdo rico e atualizado chama atenção de potenciais clientes e do próprio Google. Mas calma, não precisa ser muita coisa não. Separe alguns dias na semana e alimente seu site com notícias, eventos e, principalmente, conteúdos. Assim, você consegue chamar mais atenção dos leitores e dos robôs do Google.

On top of the word – O SEO

De acordo com uma pesquisa do Marketing de Conteúdo, existem 200 principais fatores de rankeamento do Google para seu site conseguir alcançar o topo da primeira página de buscas.

Nós separamos os 10 fatores que podem melhorar o seu posicionamento nos mecanismos do Google.

Fica de olho!

  • Autoridade do domínio: não é só de conteúdo que se rankea um site, a autoridade do domínio também pesa e muito nisso. Um domínio próprio é o começo de um site de sucesso.
  • Velocidade de carregamento: importantes para o seu cliente, a velocidade do seu site precisa estar sempre rápida, assim, melhorando a experiencia dos seus leitores e, consequentemente, o rankeamento do seu site.
  • Palavra-chave no título: como a palavra-chave e o título são uma das partes mais importantes do SEO, apostar em um título com a palavra-chave é sucesso garantido.
  • Responsividade: como já citamos a cima, um site responsivo tem tudo para dar certo, então, tornar o seu site responsivo é um passo extremante necessário.
  • Conteúdo de valor: um conteúdo de valor é tiro certeiro quando o assunto é SEO. Visualize com os olhos dos seus clientes e pense: o que eu gostaria de saber? A chave é você pensar menos nos mecanismos do Google e mais nas pessoas que podem ler o seu site.
  • Usabilidade: melhorar a estadia do seu cliente no seu site é melhorar sua experiência. O Google visa muito sites que possuem mais visualizações, tempo de permanência e menos taxa de rejeição. Melhorando isso, você dá um UP no seu rankeamento.
  • Autoridade da página: funciona da mesma maneira que a autoridade de domínio. O Google confirma que ainda utiliza o PageRange para verificar a autoridade da página, apesar do algoritmo ter mais de 20 anos.
  • Certificado SSL e HTTPS: O próprio Google já informou que os sites de possuem certificado SSL e HTTPS são os principais rankeados.
  • Arquitetura do site: o que os olhos vêm, o Google rankea. A organização das páginas, conteúdos e demais no seu site fazem bem para o seu cliente e para os robôs do Google.
  • TrustRank: o Google determina que um site é seguro através do relacionamento que esse possuiu com outro através de links, entre outros meios.

Mão na massa!

Um site é tão importante quanto uma página no Facebook ou em qualquer outra rede social. É nele que seu cliente pode encontrar informações sobre sua empresa, produto desejado e assim, efetuar a compra ou fechar algum negócio.

Mas nada de fazer sozinho!

Uma boa agência de Marketing Digital sabe o que fazer para seu site ser um dos principais na primeira página de buscas do Google.

Nós da Cooperative ficaremos felizes em crescer junto com a sua empresa. Venha para o topo!